PASSADIÇO DA CASA DA GLÓRIA

side2

R. da Glória, 297/298 (Centro Histórico)
Centro Histórico
(38) 3531-1394

Suspensa sobre a rua, a pitoresca passagem liga dois sobrados históricos – e pode ser percorrida por dentro.

Um prédio, de 1780, foi residência de intendentes de diamantes; o outro, de 1850, era um orfanato.

Transformados em rígido colégio para meninas, ganharam o passadiço, corredor que permitia o trânsito das internas sem contato com os estudantes da cidade.

Hoje, as construções abrigam o Instituto Casa da Glória, da UFMG, de apoio à Geologia.

 

MERCADO MUNICIPAL

562921_401585636520127_221439087868117_1612356_1886701131_n[1]

Pça. Br. do Guaicuí, 171 (Centro Histórico) – Centro

Antigo rancho de tropeiros, o galpão de arcadas rústicas fica numa das praças mais centrais e é um dos símbolos da cidade. Inativo durante a semana, lota de moçada nas noites de sexta-feira, quando há música ao vivo, e aos sábados pela manhã, durante a feira de salgados, doces, artesanato e ingredientes da culinária mineira.

CATEDRAL METROPOLITANA DE SANTO ANTÔNIO

11420222715_aa544c9538_b

Pça. Correia Rabelo, s/n (Centro Histórico)-Centro

Bem diferente dos outros templos da cidade, foi construída entre 1932 e 1940 em substituição à antiga igreja de Santo Antônio do Tejuco – da igreja barroca, só restaram os altares laterais. A construção atual valoriza a arquitetura clássica, com linhas espartanas e cores claras.

IGREJA S. FRANCISCO DE ASSIS

cropped-side3-1.jpg

R. São Francisco, s/n (Centro Histórico) – Centro

Repare nas pinturas e no estilo rococó, e não deixe de subir à torre dos três sinos para tirar uma das melhores fotos do Centro Histórico. Nos domingos seguintes aos sábados de Vesperata, às 10h, recebe apresentações do coral Arte Miúda (3531-1191), com músicas tradicionais mineiras, serenatas e chorinhos.

 

Veja mais roteiros: AQUI